Contrave®: Novo medicamento que trata obesidade é aprovado no Brasil

Contrave

Contrave®

Novo medicamento que trata obesidade é aprovado no Brasil

O primeiro semestre de 2022 traz uma novidade para ajudar muitas pessoas em conflito com a balança: um medicamento aprovado pela ANVISA e que estará disponível nas farmácias de todo país. O Contrave® era altamente esperado pela comunidade científica e principalmente pelos profissionais de saúde que trabalham com redução de peso de inúmeros pacientes com obesidade, entre outras doenças crônicas de origem alimentar ou metabólica.

O que é Contrave®?

Essa droga é uma combinação de duas substâncias chamadas naltrexona, um fármaco utilizado pela medicina como antagonista dos opióides e geralmente indicado para pessoas que sofrem com compulsão alimentar e até mesmo compulsão pelo álcool, somado à bupropiona, um fármaco utilizado amplamente no tratamento de doenças de origens psiquiátricas como a depressão, o transtorno de déficit de atenção e hiperatividade, além de ser uma substância que já era comumente utilizada em combinação com outras para emagrecimento.

Como funciona o Contrave®?

Basicamente essa combinação de naltrexona + bupropriona atua no cérebro reduzindo o apetite, aumentando a sensação de saciedade e cortando o desejo intenso por comida, o que pode levar a diminuição do consumo de alimentos, principalmente aqueles ricos em gordura e açúcar, escolhas comuns de pessoas acima do peso.

De acordo com análises pré-clínicas, percebeu-se que os dois princípios ativos atuam em uma região do cérebro chamada “hipotálamo” e no circuito de dopamina “mesolímbica”. Isso significa que o remédio age nos mecanismos de fome e recompensa do nosso cérebro, o que faz com que aumente a sensação de saciedade do paciente. Assim ele terá maior facilidade em seguir o plano alimentar prescrito pelo profissional de saúde que o acompanha.

Contrave® funciona?

Veja os resultados!
De acordo com os estudos realizados para a fabricação e liberação da substância, é possível que um paciente perca até 10% do peso em uma janela de 12 meses, principalmente se a prescrição desse medicamento for associada à prática física e uma reeducação alimentar.

Durante a pesquisa sobre o uso do Contrave®, também foi analisado que ele permite limitar a circunferência da cintura, ou seja, a famosa “barriguinha”, diminuindo a quantidade de células adiposas, reduzindo a resistência à insulina e prevenindo ou auxiliando no tratamento da diabetes. Alguns estudos, inclusive, demonstraram que há uma melhora considerável nos níveis de hemoglobina glicada (A1C) em pacientes com diabetes tipo 2, hipertensão e doenças cardíacas. Todos estes problemas estão associados à necessidade de uma mudança de estilo de vida.

Contrave® ou Ozempic®?

Para quem não conhece, o Ozempic® é um medicamento prescrito por médicos como uma alternativa complementar no processo de emagrecimento. A semaglutida (substância do Ozempic) é um análogo de GLP-1, atualmente muito utilizado no tratamento do diabetes tipo 2. O GLP-1 é um hormônio secretado pelo nosso intestino na presença de nutrientes, que sinaliza para o nosso cérebro que estamos alimentados e saciados. Dessa forma, o cérebro, ao receber esta informação, inibe os impulsos de fome. A semaglutida é uma molécula sintética que age no receptor do GLP-1, causando o mesmo efeito do hormônio no corpo, independentemente de estarmos alimentados.

Apesar de terem mecanismos de ação diferentes, tanto o Contrave® como o Ozempic® promovem o aumento da saciedade do paciente! A principal diferença entre estas medicações é a forma de apresentação. A grande vantagem é que o Contrave® estará disponível em comprimidos para serem administrados via oral, enquanto o Ozempic® somente está presente de forma injetável.

Contrave® Brasil

Onde comprar?
A previsão é de que a medicação esteja disponível nas farmácias brasileiras este ano e com certeza será uma opção de tratamento muito sugerida em consultórios. Por fim, é importante lembrar que o Contrave só poderá ser utilizado por meio de prescrição médica

Atenção: Não use medicação sem indicação médica. Converse com seu Endocrinologista. Cada paciente deve ser avaliado de forma individualizadas para que possamos decidir qual a sua melhor proposta terapêutica.

Marcar uma consulta!
Endocrinologista RJ - Luciana Spina

Por: Dra. Luciana Spina

Luciana Spina é Médica Doutora em Endocrinologia, Especialista em Endocrinologia pela SBEM, premiada e reconhecida internacionalmente.

2022-01-14T19:26:23-03:00 20 de dezembro de 2021|Destaque, Dicas de saúde, Obesidade|